Ilana Gouveia, nativa da beira do mar  

Ilana Gouveia, nativa da beira do mar  

 A calma na fala esconde uma cadência de sabedoria quase musical. A mulher que cresceu do lado dos mares dos cinco continentes transmite paz nas suas palavras, mas nem por isso ela somente gosta de calmaria. A entrevistada é Ilana Roichmann Gouveia, filha da lenda do surfe brasileiro, Fábio Gouveia.

Ilana não lembra de todos os lugares do mundo onde já esteve junto à família, mas sabe que essa união fortalece além dos oceanos. Sua infância foi nada menos que ao lado do estreante na elite do surfe mundial CT, Ian Gouveia, e do outro irmão, Igor, apaixonado por surfe e sociologia.

Ela nasceu em Recife (PE) mas atualmente moram em Florianópolis (SC), a Ilha da Magia.

OG: Qual é sua primeira lembrança do mar?

IG: A primeira lembrança que tenho do mar é com meu pai. Lembro que ele me levava pra surfar de pranchão. Colocava as boinhas nos meus braços e me levava no colo na hora que a gente surfava. Saudades dessa época.

OG: Como foi crescer no meio de dois irmãos, um deles surfista profissional, com um pai fissurado na aventura?

IG: Eles me torturavam, zoavam de mim rsrs  (brincadeira) Na verdade a gente brincava muito com surfe, skate, policia e ladrão, assistia de Dragon Ball Z, às vezes eu brincava de Barbie, mas acabavam sendo mais brincadeiras molecas, e pior que era mais divertido brincar com coisas de meninos do que com coisas de menina rsrsr

OG: Você pratica esportes?

IG: Pratico de tudo, amo esportes. O que mais amo é surfe e skate.  Fiz oito anos de ginástica olímpica e sete de ginástica rítmica. Também me aperfeiçoei em vários tipos de dança como street dance, salsa e tango.

OG: Que lugares conheceu e que lugar considera um paraíso que gostaria de voltar?

IG: Conheci muitos lugares, não lembro de todos, mas já estive em Estados Unidos, Austrália, França, Portugal, Costa Rica e Barbados. O mais incrível foi no Havaí, é um lugar muito mágico, tem uma energia muito boa, quero voltar muito mais das oito vezes que já fui. Com certeza é meu lugar favorito.

OG: Qual é seu pedaço de paraíso na cidade onde mora?

IG: Meu lugar preferido perto de casa se chama Lagoinha Pequena, uma trilha que tem para a praia. Tem uma lagoa, vaquinhas, bichinhos e um complexo com natureza. Sempre que quero descansar um pouco levo o cachorro passear e vou lá. É demais!

——————————————————————————————————————————

—————————————————————————————————————————–

OG: Como é ter um namorado surfista?

IG: O nome dele é Pedro Skibinski  É demais namorar um surfista, é o melhor programa do mundo. Ele é um cavalheiro, me deixa pegar no pé dele para passar a arrebentação quando está muito forte, me deixa pegar quantas ondas quiser e assim que tem que ser, né? Está certíssimo, se não me deixasse ia ficar muito brava.

OG: E como é teu pai na hora do surfe?

IG: Meu pai que não libera ondas pra mim, ele chega comigo na praia e diz “se vira”, aí finge que nem me conhece rsrsr

OG: Conte um perrengue divertido em alguma das trips que já fez.

IG: Na Costa Rica ficamos de carro pra cima e pra baixo procurando os melhores picos para surfar e ficamos dependendo do GPS. Teve uma que o GPS levou a gente para uns lugares muito errados no meio do mato, fiquei morrendo de medo, surtei, de aparecerem crocodilos porque lá está infestado. Fomos parar em lugares muito estranhos, foi tenso. Demoramos umas cinco horas para voltar pra onde queríamos ir. Rsrs

OG: Qual é sua comida preferida? Que alimento não gosta?

IG: Acho que sendo doce vou amar. Minha comida preferia é chocolate Kinder Ovo! Só não chego perto de qualquer tipo de carne, há 12 anos que sou vegetariana, nem lembro do gosto.

OG: Você tem animais de estimação?

IG: Tenho 4 animais, uma gata de 21 anos, a Fofa, que continua inteira. A Flower, uma pitbull, que na verdade meu pai batizou de Florentina, mas achei ridículo e botei Flower. Também tenho a Marie, que na verdade se chama Marieta, que é outro nome ridículo que meu pai botou, e tenho o Choco, que o nome verdadeiro é Dorival. Pegamos ele com esse nome na adoção e trocamos para Choco. Todos são animais doados.

OG: Já fez trabalhos como modelo?  

IG: Estou fazendo alguns trabalhos para algumas marcas, entre elas, marcas de biquínis e para a rede de surf shops J-Bay de Florianópolis.

Vou continuar fazendo esses trabalhos de modelo enquanto aguardo para meu emprego dos sonhos, que é ser comissária de voo. Já fiz o curso e passei na prova da ANAC, quero entrar numa companhia aérea, quero viajar, estar dentro do avião, e conhecer mais lugares. É uma profissão que quero para minha vida daqui a 10 anos.

 

Comentários

comentários

Compartilhe