Carta Psicografada de Ricardo dos Santos à Mãe

Carta Psicografada de Ricardo dos Santos à Mãe

Surf, Vida e Amor>>

Luciane Santos, a mãe do surfista profissional Ricardo dos Santos, da Guarda do Embaú (SC), assassinado em janeiro deste ano pelo ex-policial militar Luis Paulo Mota Brentano, divulgou uma carta psicografada do seu filho no dia 28 de setembro. Confira na íntegra a mensagem de amor e paz de um dos grandes atletas do esporte nas ondas grandes.

Ontem recebi uma carta psicografada do meu filho .Em pedido aos amigos e família aqui estarei divulgando para que todos possam compartilhar desse momento tão especial . ditas com palavras suaves e serenas, espero que possam a partir daqui refletir boas coisas e mandarem boas energia ao nosso querido…

“Como sei que uma oportunidade como esta é rara, vou aproveitar cada palavra. Gostaria que todos sem exceção se sintam abraçados por mim.
Não poderei citar a todos, vou aproveitar este momento para falar com os mais próximos e também deixar meu pensamento sobre o que ocorreu comigo.
O que consideramos família na terra, aqui nesse plano de existência tudo se torna mais amplo.
De certa forma estamos todos conectados. Mas, tenho uma pessoa que jamais poderei perceber de outra forma.
Mãe … que me desculpe a galera religiosa, mas você, minha mãe, minha querida Luciane, você é foda!!
Inteligente, linda e poderosa! Eu te amo e tenho muito orgulho de ser seu filho!!
Mãe, deixa meu abraço no João Antônio no Martin também!! Quero muito vê-los bem, felizes e seguindo cada um seu caminho.
Deixo um abraço também na Isadora e no Gabriel.
João Antônio, fala para Mara, que por sua vez fale para a Rose que a mãe delas esta bem! Ela foi amparada aqui no mundo espiritual!
Mãe, tenho me esforçado para que lembres de nossas conversas.
Espero que sonhe mais, são nossos momentos juntos aqui. Eu sei que são muitos que oraram e oram por mim. Mas, deixo meu abraço mãe em alguns que tem orado e tenho recebido a luz aqui. O Mauro, Sonia, Karol, Silvia, Mariana, Naza, Rosemir, Marcelo, Lua, Taina, Fabio e Juciane.
A todos agradeço as orações e orem mais. É lindo ver as luzes que saem das pessoas quando elas oram.
Bem, sobre o Mota… Tem algo que fiquei feliz de constatar aqui. A tal vontade de Deus e muito mais coletiva que algo imposto pelo criador. Existe uma lei de consciência geral, somos responsáveis pelo que construímos e praticamos. E perante a lei dessa consciência cósmica ninguém é completamente inocente e nem completamente culpado. Contudo, tudo que fizermos teremos que responder.
Bem, vou falar algo que quero leiam e escutem depois, para que não fique mal interpretado. Dentro de mim, perdoei o mota por que aprendi que perdoar é tirar o mal de dentro de mim. Mas, não quer dizer que gostaria de colocar ele dentro da minha casa. Eu consegui tirar o tirar o covarde e a covardia do ato da minha cabeça! Mas, participo ativamente de tudo que se refere a este caso. Por que se um assassino fica solto, abre precedentes para que o mal se estabeleça e comece a matar qualquer um, por motivos fúteis.
Existem surfistas com bom caráter e pessoas de ma índole que se dizem surfistas, para vir na guarda no verão e tocar o terror; E existem policiais com bom caráter e também existem outros que usam o poder que lhes foi constituído que seria para nos defender, e usa para beneficio próprio e muita vezes oprime a população. Eu não levo o mota dentro de mim, isso para mim é perdão, mas, ele tem que responder pelo que fez e a população tem que sentir que existe justiça. Tem que se sentir protegida. Mas de uma coisa eu aprendi a ter certeza aqui. Nada fica escondido e tudo que se lança no universo volta mais cedo ou mais tarde para quem lançou.
Agradeço toas as homenagens, agradeço mesmo a todos e fico emocionado daqui.
Agora vamos nos unir contra impunidade em Santa Catarina e quem sabe, juntos, possamos ajudar contra tanta covardia no Brasil.
Tenho certeza que existem bons policiais, mas, a pratica mostrou que existem maus também. Eu sou a prova disso.
Mãe e irmãos, eu amo voces!! Amigos obrigado!! A todos que surfam e me homenagearam obrigado!!
Eu aqui me divido na Guarda e em Pipe. No mais, eu to vivendo… ai, aqui, dias após dia.
Ja me falou o Naza uma vez… “uma vez que tu entrou no mar… querido, vai na maior!” E a minha maior agora é fazer algo que ajude nao so a Guarda, mas, a impunidade que rola solta por ai.
Nós juntos podemos vencer, então o que falta para vencermos?”

Comentários

comentários

Compartilhe