Dia 1 do Swatch Women´s Pro inicia com Show de surfe

Dia 1 do Swatch Women´s Pro inicia com Show de surfe

Circuito ASP-Feminino

A etapa norte-americana do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour começou com o Swatch Women´s Pro em San Clemente, na Califórnia, Estados Unidos. O início do Hurley Pro foi adiado e só as meninas competiram na terça-feira de ótimas ondas de 3-5 pés em Lower Trestles. Foram realizadas três rodadas completas e já foram definidas as primeiras classificadas para as quartas de final, as australianas Sally Fitzgibbons, Tyler Wright e Stephanie Gilmore, que estão na briga direta pelo título mundial, e a havaiana Coco Ho, que mandou a líder do ranking, Carissa Moore, para a repescagem que vai abrir o próximo dia da sétima das dez etapas do Samsung Galaxy ASP Women´s Championship Tour 2014.

Antes de superar Carissa Moore por três centésimos de vantagem (16,17 a 16,14 pontos), Coco Ho já havia batido a vice-líder, Sally Fitzgibbons, na primeira fase. Além da havaiana que dividia o décimo lugar no ranking com mais três surfistas, só Tyler Wright passou invicta pela terça-feira. No último confronto do dia, a australiana fez 17,43 pontos de 20 possíveis contra 14,24 da sul-africana Bianca Buitendag e 12,50 da havaiana Alessa Quizon. Mas, todas as derrotadas nesta fase têm uma segunda chance de classificação para as quartas de final na repescagem.

[OH DEAR: responsive_youtube has some malformed syntax.]

O placar de Tyler Wright só ficou abaixo dos 17,83 pontos que a pentacampeã mundial Stephanie Gilmore totalizou contra a havaiana Alana Blanchard na primeira repescagem do campeonato. Gilmore estreou com derrota para a também australiana Laura Enever, mas depois conquistou a primeira vaga para as quartas de final ganhando por pouco – 14,67 a 14,34 pontos – da francesa Pauline Ado na última onda que surfou na bateria. A norte-americana Lakey Peterson ficou em último e vai ter que encarar a líder do ranking, Carissa Moore, na repescagem.

“Eu estava muito animada para surfar essa bateria e nem pude acreditar que tirei uma nota 9,0 logo na minha primeira onda”, disse Stephanie Gilmore. “Fiquei até um pouco relaxada depois disso, mas no último minuto eu cai do primeiro para o terceiro lugar, então fiquei pensando em como sair dessa situação. Eu sabia que não precisava de uma nota alta e só tinha que esperar por uma onda. Felizmente eu estava com a prioridade (de escolha) e veio uma onda para mim, que deu quase a conta certa pra vencer. Fiquei muito feliz por conseguir”.

Assim como Stephanie Gilmore, Sally Fitzgibbons igualmente tropeçou na estreia, começando com derrota para Coco Ho. Depois passou fácil pela também havaiana Mahina Maeda, que venceu a triagem para participar da primeira etapa da história do WCT feminino em Trestles. Mas ganhou por pouco a disputa mais acirrada da primeira rodada classificatória para as quartas de final. Ela fez 13,34 pontos e a também australiana Dimity Stoyle totalizou 12,37, com a francesa Johanne Defay ficando em terceiro com 12,13 pontos.

LIDERANÇA DO RANKING

Como já garantiu 5.200 pontos no ranking e Carissa Moore ainda não passou dos 3.300 na repescagem, Sally Fitzgibbons fechou o dia na frente da corrida do título mundial, pois a briga entre as duas é fase a fase no Swatch Women´s Pro Trestles. Além disso, Tyler Wright e Stephanie Gilmore agora passam a necessitar da vitória na Califórnia como única possibilidade de sair dos Estados Unidos liderando o ranking.

“Foi um grande dia com três baterias em ótimas ondas”, disse Sally Fitzgibbons. “Estou muito feliz por já ter passado para as quartas de final, pois o nível é muito alto. Todas as meninas estão dando o máximo nas baterias, então você tem que avaliar bem para escolher as ondas certas. É preciso competir com inteligência e tirar o melhor possível da onda que surge para você nas baterias, que podem ser decididas nos detalhes”.

CHAMADA ÀS 7H00

Esta é a primeira vez que uma etapa do WCT feminino é realizada em Trestles, junto com o Hurley Pro. As duas competições têm prazo até o dia 20 para serem encerradas em San Clemente e a primeira chamada da quarta-feira foi marcada para as 7h00 para as duas categorias. A comissão técnica vai analisar as condições das ondas para decidir se continua com as meninas ou dá a largada na oitava das onze etapa do Samsung Galaxy ASP World Championship Tour, lembrando que o fuso na Califórnia é de 4 horas à menos de Brasília, ao vivo pelo www.aspworldtour.com

—————————————————————————————

Texto: João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

———————————————————————————-

QUARTAS DE FINAL DO SWATCH WOMEN´S PRO TRESTLES:

1.a: Stephanie Gilmore (AUS) x vencedora da 1.a repescagem

2.a: Coco Ho (HAV) x vencedora da 2.a repescagem

3.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x vencedora da 3.a repescagem

4.a: Tyler Wright (AUS) x vencedora da 4.a repescagem

QUARTA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar com US$ 9.500 e 3.300 pontos:

1.a: Laura Enever (AUS) x Pauline Ado (FRA)

2.a: Carissa Moore (HAV) x Lakey Peterson (EUA)

3.a: Bianca Buitendag (AFR) x Dimity Stoyle (AUS)

4.a: Johanne Defay (FRA) x Alessa Quizon (HAV)

TERCEIRA FASE – Vitória=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Repescagem:

1.a: 1-Stephanie Gilmore (AUS)=14.67, 2-Pauline Ado (FRA)=14.34, 3-Lakey Peterson (EUA)=13.37

2.a: 1-Coco Ho (HAV)=16.17, 2-Carissa Moore (HAV)=16.14, 3-Laura Enever (AUS)=4.33

3.a: 1-Sally Fitzgibbons (AUS)=13.34, 2-Dimity Stoyle (AUS)=12.37, 3-Johanne Defay (FRA)=12.13

4.a: 1-Tyler Wright (AUS)=17.43, 2-Bianca Buitendag (AFR)=14.24, 3-Alessa Quizon (HAV)=12.50

SEGUNDA FASE – REPESCAGEM – Vitória=Terceira Fase / Derrota=13.o lugar com US$ 8.000 e 1.750 pontos:

1.a: Alessa Quizon (HAV) 13.34 x 8.23 Courtney Conlogue (EUA)

2.a: Lakey Peterson (EUA) 14.00 x 10.60 Paige Hareb (NZL)

3.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 16.04 x 10.60 Mahina Maeda (HAV)

4.a: Stephanie Gilmore (AUS) 17.83 x 14.06 Alana Blanchard (HAV)

5.a: Pauline Ado (FRA) 15.93 x 14.73 Malia Manuel (HAV)

6.a: Johanne Defay (FRA) 14.10 x 13.50 Nikki Van Dijk (AUS)

PRIMEIRA FASE – 1.a=Terceira Fase / 2.a e 3.a=Repescagem:

1.a: 1-Dimity Stoyle (AUS)=16.50, 2-Malia Manuel (HAV)=12.73, 3-Alessa Quizon (HAV)=11.10

2.a: 1-Laura Enever (AUS)=15.60, 2-Paige Hareb (NZL)=10.83, 3-Stephanie Gilmore (AUS)=9.93

3.a: 1-Carissa Moore (HAV)=13.60, 2-Mahina Maeda (HAV)=11.50, 3-Nikki Van Dijk (AUS)=6.30

4.a: 1-Coco Ho (HAV)=16.36, 2-Sally Fitzgibbons (AUS)=15.94, 3-Alana Blanchard (HAV)=13.56

5.a: 1-Tyler Wright (AUS)=14.57, 2-Courtney Conlogue (EUA)=12.07, 3-Pauline Ado (FRA)=9.83

6.a: 1-Bianca Buitendag (AFR)=17.36, 2-Lakey Peterson (EUA)=16.10, 3-Johanne Defay (FRA)=11.00

PRIMEIRA FASE DO HURLEY PRO TRESTLES – Vitória=Terceira Fase / 2.o e 3.o=Repescagem:

1.a: Taj Burrow (AUS), Adrian Buchan (AUS), Travis Logie (AFR)

2.a: Mick Fanning (AUS), Miguel Pupo (BRA), Brett Simpson (EUA)

3.a: Michel Bourez (TAH), Filipe Toledo (BRA), Jeremy Flores (FRA)

4.a: Joel Parkinson (AUS), Kai Otton (AUS), Raoni Monteiro (BRA)

5.a: Kelly Slater (EUA), Matt Wilkinson (AUS), Tanner Gudauskas (EUA)

6.a: Gabriel Medina (BRA), Adam Melling (AUS), Carlos Munoz (CRI)

7.a: Adriano de Souza (BRA), Sebastian Zietz (HAV), Aritz Aranburu (ESP)

8.a: Kolohe Andino (EUA), Fredrick Patacchia (HAV), Jadson André (BRA)

9.a: Nat Young (EUA), C. J. Hobgood (EUA), Dion Atkinson (AUS)

10: Owen Wright (AUS), Julian Wilson (AUS), Alejo Muniz (BRA)

11: Josh Kerr (AUS), Jordy Smith (AFR), Tiago Pires (PRT)

12: John John Florence (HAV), Bede Durbidge (AUS), Mitch Crews (AUS)

Comentários

comentários

Compartilhe