Jesse Mendes Vence nos Tubos de Arica

Jesse Mendes Vence nos Tubos de Arica

Jessé Mendes incluiu o Brasil na Galeria dos Campeões do Desafio de Arica no Chile (Foto: Rommel Gonzales)

Jessé Mendes incluiu o Brasil na Galeria dos Campeões do Desafio de Arica no Chile (Foto: Rommel Gonzales)

Circuito ASP- 3 Estrelas

O paulista Jessé Mendes conquistou a primeira vitória brasileira da história do ASP 3-Star Maui and Sons Arica World Star Tour no Chile ontem, domingo 10 de agosto. Na grande final, ele bateu o uruguaio Marco Giorgi que tirou as duas únicas notas 10 nas ondas desafiadoras de El Gringo em seu caminho até a decisão do título em Arica. A vitória valeu um prêmio de 8 mil dólares, com Jessé Mendes marcando 750 pontos no ranking mundial do ASP Qualifying Series e 1.000 pontos no sul-americano da ASP South America. O vice-campeão Marco Giorgi levou 4 mil dólares e 563 pontos, enquanto o brasileiro Paulo Moura e o havaiano Danny Fuller, que perderam nas semifinais, ganharam 2,3 mil dólares e 422 pontos pelo terceiro lugar no ASP 3-Star do Chile.

“Estou amarradão por vencer este campeonato, que é um dos melhores e mais difíceis do Circuito Mundial”, disse Jessé Mendes, que saiu direto do US Open of Surfing nos Estados Unidos para competir no Chile. “Eu estava me sentindo bastante confiante desde a minha primeira bateria de hoje (domingo). As ondas pareciam que estavam sempre vindo para mim e tive a sorte de pegar os melhores tubos nas baterias. Foi muito legal fazer a final com o Marco (Giorgi) e agora vou direto prá França competir na perna europeia muito mais confiante em conseguir outros bons resultados lá”.

O campeão Jessé Mendes foi o único que disputou três baterias nas ondas excelentes de 3-5 pés com ótimos tubos no domingo decisivo do Maui and Sons Arica World Star Tour em El Gringo. Ele começou o dia tirando o último chileno do campeonato, Cristian Merello, no duelo que faltava para fechar as quartas de final. Depois, conseguiu o maior placar do último dia na vitória sobre o havaiano Danny Fuller por 17,50 a 7,00 pontos nas semifinais.

Já o vice-campeão Marco Giorgi também saiu feliz do Chile, pois foi o único que conseguiu arrancar nota 10 dos juízes nas grandes ondas de El Gringo esse ano. No sábado, o uruguaio bateu todos os recordes do campeonato contra o francês Paul Cesar Distinguin nas quartas de final. Ele totalizou 19,50 pontos com a nota 10 no tubo mais fantástico surfado durante toda a semana em El Gringo. No domingo, ele repetiu a dose em outro tubo incrível que valeu nota máxima para superar o brasileiro Paulo Moura na semifinal por uma pequena vantagem de 14,25 a 14,15 pontos.

Pena que na bateria decisiva o vento apertou, afetando diretamente a qualidade das ondas e a formação dos tubos em El Gringo. Os dois finalistas praticamente só conseguiram surfar uma onda regular e a do brasileiro foi um pouco melhor, nota 6,50 contra 5,25 do uruguaio, com o placar sendo encerrado em 8,50 a 7,75 pontos a favor de Jessé Mendes.

“Estou muito contente em ter feito a final, mas claro que eu queria ganhar, só que na final as ondas não vieram pra mim, foram todas para o Jessé (Mendes)”, disse Marco Giorgi, que compete representando o Uruguai no Circuito Mundial, mas há muitos anos mora em Garopaba (SC) no Brasil. “Eu consegui fazer outra nota 10 nas semifinais e isso tinha me dado mais confiança ainda para a final. Mas, tudo bem, a vitória não veio, mas tá tranquilo. Agora é focar nos eventos da perna europeia e hoje (domingo) mesmo já embarco pra lá”.

VITÓRIA INÉDITA DO BRASIL

Esta foi a primeira vitória de um brasileiro nas cinco edições da etapa do ASP Qualifying Series em Arica no Chile. O primeiro campeão foi o peruano Gabriel Villarán em 2009. Em 2010 o evento não foi realizado, mas voltou em 2011 para Guillermo Satt fazer a festa em casa com o único título do Chile nas ondas desafiadoras de El Gringo. Em 2012 o vencedor foi o australiano Anthony Walsh e no ano passado deu Peru de novo com Alvaro Malpartida. Agora, Jessé Mendes colocou o nome do Brasil na Galeria dos Campeões da etapa da ASP South America no Chile.

———————————————————————————-

Texti: João Carvalho – jcarvalho@aspworldtour.com

——————————————————————————-

FINAL DO ASP 3-STAR MAUI AND SONS ARICA WORLD STAR TOUR:

Campeão: Jessé Mendes (BRA) por 8,50 pontos (notas 6,50+2,00) – US$ 8.000 e 750 pontos

Vice-campeão: Marco Giorgi (URU) com 7,75 pontos (5,25+2,50) – US$ 4.000 e 563 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com US$ 2.300 e 422 pontos:

1.a: Marco Giorgi (URU) 14.25 x 14.15 Paulo Moura (BRA)

2.a: Jessé Mendes (BRA) 17.50 x 7.00 Danny Fuller (HAV)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 1.500 e 316 pontos:

————baterias que fecharam o sábado:

1.a: Paulo Moura (BRA) 6.00 x 5.95 Marcos Monteiro (BRA)

2.a: Marco Giorgi (URU) 19.50 x 12.50 Paul Cesar Distinguin (FRA)

3.a: Danny Fuller (HAV) 9.25 x 7.75 Robson Santos (BRA)

————ficou para abrir o domingo:

4.a: Jessé Mendes (BRA) 11.00 x 3.50 Cristian Merello (CHL)

Comentários

comentários

Compartilhe