• Home »
  • Surf »
  • Ítalo Ferreira Vence 1ª Etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional

Ítalo Ferreira Vence 1ª Etapa do Maresia Paulista de Surf Profissional

Ítalo num aéreo 360º com muita garra. Foto: Silvia Winik

Circuito Pro-SP

Num evento disputadíssimo com pontos válidos para o Circuito Brasileiro, o potiguar Ítalo Ferreira faturou no domingo 13 de abril a abertura do Maresia Paulista de Surf Profissional,  na Praia de Pitangueiras, em Guarujá. Ele venceu no último minuto de virada o bicampeão brasileiro Messias Félix, faturando R$ 8 mil de prêmio, de um total de R$ 30 mil na etapa, que reuniu 104 surfistas de 11 estados. O campeão mundial pro júnior, Caio Ibelli, ficou em terceiro, seguido pelo ubatubense, Arthur Aguiar, em quarto.


Pódio e a distribuição de R$ 30 mil em dinheiro pela etapa. Foto: Silvia Winik

Ítalo ainda comemorou sua melhora no ranking brasileiro, encostando no atual líder Bino Lopes, da Bahia, que neste evento ficou em nono lugar. Agora, a diferença entre os dois é de apenas cinco pontos – 3.150 a 3.145. “O meu foco é o WQS, mas vou conciliar as disputas aqui no Brasil com o Circuito Mundial. Não é nada mal ser campeão paulista e tem o brasileiro”, acrescentou o surfista de 19 anos, campeão brasileiro e sul-americano pro-júnior em 2012.

Antes de chegar à final, Ítalo já tinha demonstrado que estava muito bem sintonizado com as ondas do pico do Canto do Maluf, garantindo a melhor atuação do evento nas quartas-de-final, com a maior nota, 9,5, e a maior somatória, 17,50 de 20 possíveis. Na final, demorou a “engrenar” e só encaixou as manobras nos minutos decisivos.

Arthur Aguiar saiu na frente, mas logo depois Messias Félix assumiu a ponta. Depois foi a vez de Caio Ibelli ser o líder, com um 7 e um 7,5. Messias deu o troco com um aéreo, garantindo um 8,75 e depois aumentou com um 6,25. Nesse momento, Ítalo precisava de uma combinação de resultados para vencer, ou seja, mais de dez pontos.

Primeiro, ele tirou um oito, diminuindo a diferença para 7,01 e para deixar a bateria mais acirrada ainda. No último minuto, arrancou um 7,75 dos juízes, para virar o resultado. Caio Ibelli ainda tentou vencer “em casa”, mas não conseguiu. Ao ouvir o resultado, o surfista potiguar vibrou muito na areia e foi carregado por amigos até o palanque. “Foi muito legal essa vitória e estou muito feliz. Saí de combinação para a vitória e superando grandes nomes, como o Messias”, disse o surfista de Baia Formosa, no litoral sul do Rio Grande do Norte.

Além da finalíssima, houve emoção em várias baterias, como as duas semifinais. Na segunda, uma disputa envolvendo Ítalo e o bicampeão paulista júnior, Marcos Corrêa, de São Vicente. Messias estava na frente, Ítalo se classificando em segundo e Marcos nos segundos finais tentou garantir a vaga à final, com um aéreo, mas caiu na base. O próprio Marcos Corrêa foi um dos destaques, tirando 9,25, a segunda melhor nota do final de semana.

Outra atração do domingo foi a Overboard Expression Session, uma bateria sem regras, valendo a manobra mais radical. Na água, vários especialistas em aéreos. Hizunomê Bettero, principal nome do sábado e que tinha perdido na semifinal, garantiu o prêmio de R$ 1 mil, com um aéreo reverse.

PRÓXIMA
A sequência da disputa pelo título paulista terá a segunda etapa nos dias 16 e 17 de agosto, na Praia de Maresias, em São Sebastião. A grande final do Maresia Paulista será nos dias 18 e 19 de outubro, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. “Começamos muito bem, com um excelente nível técnico e disputas emocionantes. A expectativa é continuar assim até o final”, vibrou o gerente regional da Maresia, Paulo Hutter.

Messias Félix também elogiou o evento. “Foi uma grande etapa. A Maresia está de parabéns. Esse é um dos únicos campeonatos que temos hoje no surf brasileiro e é tudo muito bem organizado”, elogiou. “Sem dúvida, o Circuito Paulista é muito bom e reúne o que há de melhor”, acrescentou o vencedor da competição.

No total, o Maresia Paulista de Surf Profissional distribuirá mais de R$ 100 mil nas três etapas, incluindo uma moto ao campeão paulista, oferecida pela Tent Beach. Já o campeão do Circuito, independente do estado de origem, leva uma passagem para o Havaí, enquanto o vice viaja o Peru, numa parceria com a Nias Tour.

Para o público foram realizados sorteios de duas pranchas Wave Star, do shaper Eduardo Reco, uma para quem estava na praia e outra pelas redes sociais da marca. Os resultados completos do evento estão disponível no link www.maresia.com.br/paulistapro2014/.

O Maresia Paulista de Surf Profissional 2014 tem o patrocínio da Maresia, em parceria com as redes de lojas Overboard e Tent Beach, a agência de viagens Nias Tour e a marca de pranchas Wave Star. A realização é da Federação Paulista de Surf, com apoios do Governo do Estado de São Paulo/Secretaria da Juventude Esporte e Lazer, prefeituras de Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, associações de Surf de Guarujá, de Surf de São Sebastião e Ubatuba de Surf, com divulgação da revista Fluir e portal Waves.

RESULTADOS DA 1ª ETAPA
1 Ítalo Ferreira/RN – 1.000 pontos – R$ 8.000,00
2 Messias Felix/CE – 860 pontos – R$ 5.000,00
3 Caio Ibelli/Guarujá – 730 pontos – R$ 3.200,00
4 Arthur Aguiar/Ubatuba – 670 pontos – R$ 2.600,00
5 Luciano Brulher/Caraguatatuba – 610 pontos – R$ 1.600,00
5 Marcos Corrêa/São Vicente – 610 – R$ 1.600,00
7 Hizunomê Bettero/Ubatuba – 555 pontos – R$ 1.200,00
7 Alex Ribeiro/Praia Grande – 555 pontos – R$ 1.200,00
9 Alandresson Martins/RJ – 500 pontos – R$ 800,00
9 Ícaro Rodrigues/Guarujá – 500 pontos – R$ 800,00
9 Bino Lopes/BA – 500 pontos – R$ 800,00
9 Ricardo Ferreira/Praia Grande – 500 pontos – R$ 800,00
13 Alan Donato/PE – 450 pontos – R$ 600,00
13 Gustavo Fernandes/RJ – 450 pontos – R$ 600,00
13 Rudá Carvalho/BA – 450 pontos – R$ 600,00
13 Danilo Costa/RN (Guarujá) – 450 pontos – R$ 600,00

Overboard Expression Session – Hizunomê Bettero/Ubatuba – Aéreo Reverse – R$ 1.000,00

Na foto, Ítalo Ferreira. 
Crédito: Silvia Winik.

Comentários

comentários

Compartilhe