Nike pula fora do mercado do Surf

Alejo Muniz e o resto do time vai para a Hurley. Foto: Divulgação
Surf-Mercado-Internacional
A partir do dia 31 de dezembro deste ano, todos os surfistas patrocinados pela empresa Nike irão competir e surfar com o adesivo da Hurley no bico da prancha. Kolohe Andino, Julian Wilson, Michel Bourez e o brasileiro Alejo Muniz irão integrar o time da Hurley em breve, entanto a permanência da marca no mercado do surf irá a se concentrar somente no segmento de calçado.

O australiano Julian Wilson também troca de time. Foto: Nike
História
A Hurley foi comprada em 2002 pela Nike e desde então ambas marcas do mesmo grupo estão competindo entre si pela venda de indumentária.
Embora a Nike investiu na promoção de grandes eventos do circuito da ASP, como o U.S Open of Surfing, o retorno em vendas tem sido escasso. A cultura do surf ainda não interage muito com o conceito de Nike, um pouco mais aberto ao público em geral do que as marcas mais tradicionais do esporte.
Amanhã será divulgado um comunicado oficial da Nike, entanto a revista Stab Mag conseguiu entrar em contato com uma fonte direta da empresa que garantiu que cada um dos atletas da marca passará a surfar pela Hurley.
As meninas top do circuito feminino da ASP também não ficarão de fora desta mudança. Carissa Moore, Lakey Peterson e Laura Enever deverão trocar seus adesivos nas pranchas.
O paulista Filipe Toledo é outro dos profissionais que encara esta mudança junto com Koa Smith, Kai Barger e Nat Young.
O paulista Filipe Toledo também deverá partir para Hurley no final do ano. Foto: Nike
Elite Mundial 
A Hurley irá a patrocinar oito dos 34 surfistas do Top 34.
A diminuição do mercado do surf vem acontecendo desde 2000 em função da falta de adequação dos formatos de divulgação na mídia e rede de televisão aberta, ausência de critérios de julgamento claros e falta de uma linguagem universal técnica para envolver o público. 

Comentários

comentários

Compartilhe