• Home »
  • Surf »
  • Rodrigo Couto Lança Primer Websódio de Trip em El Salvador

Rodrigo Couto Lança Primer Websódio de Trip em El Salvador

Rodrigo entocado em Las Flores, um dos principais picos salvadorenhos. 

TRIPS 

Depois de uma lesão crítica no joelho, que o forçou a ficar mais de um ano afastado do surf, o atleta catarinense profissional Rodrigo Couto, retornou ao mundo das ondas com força redobrada. Na procura de recuperar o tempo perdido, o surfista começou um projeto de trips pela América Central e América do Sul para seus novos “websódios”. O primeiro destino escolhido foi El Salvador, onde colocou o surfe em dia e trouxe para casa experiências inesquecíveis. Confira o vídeo. 

Relatos 

“Entre dezembro de 2010 até agosto de 2011 fiquei lesionado. Sofri o rompimento total do LCA – Ligamento cruzado anterior, responsável pela estabilização articular do joelho. Tive algumas dificuldades até conseguir fazer a cirurgia. Tive a oportunidade de conhecer o doutor Luís Funchal, especialista em lesões no joelho,  que me deu total assistência”, contou o atleta. 

Pós-operatório 

Depois da cirurgia, Rodrigo permaneceu oito meses com trabalhos de reabilitação e fortaleci,mento muscular, assistido pela fisioterapeuta Graciele da Silva Pereira. O maior medo, de não poder voltar ao água, aos poucos ia sumindo diante da vontade de superação.Fui voltando ao surf aos poucos e em abril de 2012, enquanto me recuperava , só pensava em estar 100% para voltar a surfar no mesmo nível de antes sem nenhuma limitação”, disse o atleta, residente em Garopaba, no Litoral Sul de Santa Catarina. 

O projeto almejado, de realizar trips para lugares com ondas realmente boas e com um baixo custo começou a tomar forma. “Eu sabia que para voltar ao ritmo das competições ai demorar um pouco então me foquei na produção de imagens para meus apoiadores, pois eu já estava a um bom tempo fora das competições. O projeto pretende lançar vídeos cada dois meses em formato websódio e este é o primeiro material da série gravada em El Salvador“, encerrou. 

O surfista agradeceu ao doutor Luís Funchal, à fisioterapeuta Graciele da Silva Pereira e aos seus apoiadores Dragon, Sticky Bumps, Shapers e Tokoro surfboards.

Comentários

comentários

Compartilhe