• Home »
  • Surf »
  • Seleção Catarinense Vence 3era Etapa do CBsurf Júnior Tour 2018
Seleção Catarinense Vence 3era Etapa do CBsurf Júnior Tour 2018

Seleção Catarinense Vence 3era Etapa do CBsurf Júnior Tour 2018

Nem as condições adversas apontadas pelos sistemas de previsão do tempo para este último fim de semana, afastou o bom público que marcou presença na 3ª etapa do CBSurf Júnior Tour 2018, na Prainha, em São Francisco do Sul, norte de Santa Catarina, para torcer pela Seleção Catarinense liderada pela Federação Catarinense de Surf (Fecasurf)

Os catarinenses chegaram em duplas em todas as finais. De cinco categorias, três foram vencidas por dobradinhas catarinas.

As baterias finais do Pró Ilha CBSurf Júnior Tour 2018 aconteceram no último domingo (14), em melhores condições de ondas que no primeiro dia do evento, sábado (13). Cinco estados conseguiram colocar seus atletas nas decisões: São Paulo, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Paraná. Com ótimas ondas, os cinco melhores somatórios individuais ficaram com surfistas catarinenses, além das três maiores notas do evento.

Na categoria Feminino Sub16, a paulista Isabela Saldanha venceu, seguida pela carioca Júlia Duarte, com as catarinenses Tainá Hinckel em terceiro – que se manteve na liderança do ranking CBSurf – e Ana Luiza Romão em quarto. Apesar disso, na Feminino Sub18, Tainá levou a melhor sobre a paulista Bruna Carderelli (2º), a carioca Júlia Duarte (3º) e outra catarinense, Rafaela Coelho. Com este resultado, Tainá tomou novamente a liderança do ranking da carioca Julia Duarte.

A partir das finais masculinas Sub14, Sub16 e Sub8, as vitórias catarinenses aconteceram com dobradinhas. Na Sub14, os surfistas Leo Casal (1º) e o local da Prainha, Heitor Muller (2º) venceram o paulista Caio Costa e o potiguar Fabrício Rocha. Heitor mantém a liderança com mais este vice campeonato. Já na Sub16, os catarinenses Wallace Vasco (1º) e Luiz Mendes (2º) venceram o potiguar Lucas Vicente e o paulista Caio Costa. Luiz Mendes pulou para a segunda posição no ranking com este resultado em São Chico.

E na grande final Sub18, o catarinenses Heidieferson Júnior (1º) e Leo Casal (2º), não deram chances para o paranaense Edson de Prá (3º) e o potiguar Mateus Sena. Para vencer a final, Heidieferson marcou a segunda maior somatória de notas do evento, um 15,40 pontos, ficando atrás neste quesito apenas da catarinense Tainá Hinckel, que marcou 16,00 pontos no 3º round do evento. Com este vice campeonato, Leo Casal agora está em terceiro no ranking da Sub18, atrás de outro catarinense, Leo Barcelos que perdeu a liderança para o potiguar Mateus Sena após esta etapa.

Pontuação das equipes – O CBSurf Júnior Tour 2018, após o Pró Ilha CBSurf Júnior, mostra que a disputa pelo Título Nacional Brasileiro de categorias de base, da Confederação Brasileira de Surf (CBS) está muito forte. Desde 2017, a Seleção Paulista (2º) duela ponto a ponto com a Seleção Catarinense a liderança do CBSurf Júnior. Já a Seleção do Rio Grande do Norte (3º), que vem fazendo uma excelente campanha em 2018, chegou, e acompanha de perto a briga pelo Título Nacional da CBS.

A Fecasurf ficou responsável pela realização do Pró Ilha CBSurf Júnior, junto com a Swell Produção e Promoção de Eventos, que foi apresentado pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, e teve patrocínio da Lord, Teccel, Barão Supermercados e Banana Joe Lounge.

O respaldo de todo trabalho realizado pela Fecasurf para a participação no CBSurf Júnior Tour, vem desde o ano passado, quando a entidade consagrou-se Pentacampeã por equipes, e até agora vem mantendo a hegemonia dentro da competição. Além disso, a união dos atletas, diante do trabalho em equipe, vem contribuindo para a manutenção dos bons resultados que a Seleção Catarinense obteve no CBSurf Júnior Tour.

Ações socioambientais – Aproveitando a presença das equipes de nove estados ao Pró Ilha CBSurf Júnior, na Prainha, em São Chico, a Swell Produção e Promoção de Eventos, convidada pela Fecasurf para realizar a 3ª etapa do CBSurf Júnior Tour, promoveu ações socioambientais junto a entidades locais e as equipes presentes durante o campeonato.

O evento foi utilizado como ferramenta de apoio à luta socioambiental da associação de surfe local, a AFS (Associação Francisquense de Surf), que em parceria com a AMECA (Associação Movimento Ecológico Carijós), e buscou fomentar e garantir a máxima preservação ambiental da Baia Babitonga. O evento também promoveu a recuperação de áreas de preservação permanente degradadas, por meio do plantio de mudas arbóreas de espécies nativas da região.

Onda do Sumidouro sob ameaça – A área da Baia Babitonga está sendo especulada pelo mercado portuário, que visa instalar-se com uma densidade considerável no local. Atualmente, há 8 novos projetos da área portuária para a região, ameaçando assim a estabilidade, a dinâmica ecossistêmica, a hidrodinâmica e a paisagem natural do local. Desta maneira, todos os benefícios ambientais proporcionados naturalmente, e gratuitamente, pelo ecossistema local estariam sendo comprometidos. Especificamente no surfe, a especial onda do Sumidouro pode estar ameaçada de desaparecer, causando enorme desgosto à todo um grupo social.

Com base neste cenário, “O Comitê Organizador do Evento optou por proporcionar a oportunidade de ampliarmos o alcance desta discussão para âmbito nacional, aproveitando o fato de o município estar recebendo um evento com participação de nove estados brasileiros”, segundo Reinaldo Langer Jaeger, responsável da Swell Eventos pelas ações socioambientais.

A AFS também tem se preocupado bastante em proteger os ninhos das Corujas Buraqueiras da Prainha. Ainda segundo Reinaldo, “A colocação de placas artesanais das Corujas não puderam ser realizadas durante o evento, devido à chuva, e às madeiras terem molhado. Desta maneira, elas serão entregues para a equipe do Hostel São Francisco produzi-las durante a próxima semana”.

Plantio de mudas – No domingo (14), foi realizado o plantio coletivo das mudas de árvores nativas na Prainha. A ação foi executada pelas equipes estaduais e pelas instituições participantes do evento. Cada representante plantou uma muda de pitangueira ou de araçá, totalizando o plantio de 13 árvores no local.

Entre as entidades que realizaram o plantio de mudas, a CBS, a Fecasurf e a AFS, através dos seus presidentes Adalvo Argolo, Reiginaldo Ferreira e Anderson Mabel, a SMMA, a Swell Eventos, a Seleções de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, do Rio de Janeiro, do Ceará, de Pernambuco, da Bahia, e do Rio Grande do Norte.

A idéia agora é a associação de surf local cuidar destas mudas e acompanhar o crescimento delas como legado do evento. Em futuros eventos deste Circuito Nacional (nos próximos anos) poderão ser expostas as fotos do plantio, para usar como comparativo do crescimento destas árvores.

Resultados do Pró Ilha CBSurf Júnior 2018

Sub18 Masculino

1 Hedieferson Junior (SC)
2 Leo Casal (SC)
3 Edson de Pra (PR)
4 Mateus Sena (RN)

Sub16 Masculino

1 Wallace Vasco (SC)
2 Luiz Mendes (SC)
3 Lucas Vicente (RN)
4 Caio Costa (SP)

Sub14 Masculino

1 Leo Casal (SC)
2 Heitor Mueller (SC)
3 Caio Costa (SP)
4 Fabricio Rocha (RN)

Sub18 Feminino

1 Tainá Hinckel (SC)
2 Bruna Carderelli (SP)
3 Julia Duarte (RJ)
4 Rafaela Coelho (SC)

Sub16 Feminino

1 Isabela Saldanha (SP)
2 Julia Duarte (RJ)
3 Taina Hinckel (SC)
4 Ana Luiza Romao (SC)

Ranking após o Pró Ilha CBSurf Júnior 2018

Sub18

1 Mateus Sena (RN)          2.160 pontos
2º Leonardo Barcelos (SC)  1.992
3º Leo Casal                    1.629
4º Felipe Alves                 1.564

Sub16

1 Mateus Sena (RN)   2.556 pontos
2 Luiz Mendes (SC)    2.160
3 Heitor Muller (SC)   1.861
4 Lucas Vicente (RN)  1.771

Sub14

1 Heitor Muller (SC)      2.700 pontos
2º Caio Costa (SP)         2.341
3º Gabriel Klausner (SP) 1.656
4º Ryan Kainalo (SP)      1.593

Sub18 Feminino

1ª Tainá Hinckel        2.656 pontos
2ª Júlia Duarte          2.539
3ª Isabella Saldanha  2.114
4ª Pamela Mel           1.771

Sub16 Feminino

1ªTainá Hinckel (SC)         2.810 Pontos
2ª Isabella Saldanha (SP)  2.330
3ª Júlia Duarte (RJ)           2.059
4ª Ana Luiza Romão (SC)  1.791

Ranking CBSurf Júnior Tour 2018 por equipes

1 Santa Catarina            3.000 pontos
2 São Paulo                   2.700
3 Rio Grande do Norte    2.129
4 Paraíba                       2.126

texto: Eduardo Rosa

Comentários

comentários

Compartilhe