• Home »
  • Surf »
  • Yago Dora Conquista o Campeonato de Aéreos Red Bull Airborne na França
Yago Dora Conquista o Campeonato de Aéreos Red Bull Airborne na França

Yago Dora Conquista o Campeonato de Aéreos Red Bull Airborne na França

Encerrado hoje em Hossegor, o campeonato de aéreos Red Bull Airborne France teve como campeão o brasileiro Yago Dora, numa seleção dos melhores 18 especialista em aéreos convidados pela World Surf League (WSl). As baterias aconteceram em ondas de um metro e meio na praia de Plage des Culs Nus.

Dora, de 22 anos, liderou a final, que incluiu Griffin Colapinto (EUA), Jack Freestone (AUS), Kalani David (HAW), Matt Meola (HAW) e Eithan Osborne (EUA).

“Estar neste grupo de surfistas foi uma honra para mim e sair com uma vitória foi ótimo”, disse Dora. “É muito legal ganhar o primeiro Airborne. Airs é o futuro do esporte, então estou muito feliz e empolgado para vencer. Os juízes estão apenas procurando por aqueles ares progressivos e inovadores, e você só tem que ir em frente. ”

Dora abriu a bateria final com duas ótimas manobras nos primeiros cinco minutos para assumir uma liderança onde não deixou chance para o restante dos atletas. Começou com um slow air (braço frontal agarrando a ponta dos pés) marcando 6,67 (de um total de 10 possíveis). Ele então rapidamente montou outra rotação com uma mão nas costas e outra na frente da prancha.

“Eu não posso acreditar”, continuou Dora. “Estou exausto, uma hora é muito longa para um calor! Tive a sorte de começar do lado de dentro sozinho e consegui aquelas duas boas ondas quando todos ainda estavam lá fora. Griffin (Colapinto) precisava apenas de uma pontuação baixa e não há prioridade, então não havia nada que eu pudesse fazer. Eu apenas tentei pegar outro, mas não consegui. ”

Griffin Colapinto (EUA) e Jack Freestone (AUS) foram os únicos surfistas a ameaçar a liderança de Dora na final, ambos indo muito bem nos fortes intervalos da praia. O melhor esforço de Freestone foi uma onda pontuada com  5,90.

Já o estreante do CT Colapinto mandou um aéreo invertido bem técnico e conseguiu 6,77 pontos, embora não alcançou os 4,73 pontos necessários para passar Dora e vencer.

Outros atletas de destaque nos aéreos como Kalani David (HAW), Matt Meola (HAW) e Eithan Osborne (EUA), que estiveram entre os melhores marcadores nas eliminatórias, não conseguiram explorar bem as ondas.

Os destaques da Red Bull Airborne France podem ser vistos no WorldSurfLeague.com e na página da WSL no Facebook.

Classificação Final Red Bull Airborne:
1 – Yago Dora (BRA) 18,27
2 – Griffin Colapinto (EUA) 17,21
3 – Jack Freestone (AUS) 15,3
4 – Kalani David (HAW) 5,66
5 – Matt Meola (HAW) 5,40
6 – Eithan Osborne (EUA) 0,00

Tabela de classificação da ronda de qualificação:
1 – Kalani David (HAW) 16,83
2 – Griffin Colapinto (EUA) 14,29
3 – Yago Dora (BRA) 13,83
4 – Matt Meola (HAW) 12,46
5 – Eithan Osborne (EUA) 12,34
6 – Jack Freestone (AUS) 11,26
7 – Leonardo Fioravanti (ITA) 9,84
8 – Jordy Smith (ZAF) 9,80
9 – Camada Albee (HAW) 9.76
10 – Eric Geiselman (EUA) 9,60
11 – Mason Ho (HAW) 9,17
12 – Leif Engstrom (EUA) 8,63
13 – Kael Walsh (AUS) 8,36
14 – Maxime Huscenot (FRA) 6,20
15 – Italo Ferreira (BRA) 4,96
16 – William Aliotti (FRA) 2,60
17 – Chippa Wilson (AUS) 1,46
18 – Sebastian Williams (MEX) 0,00

Comentários

comentários

Compartilhe